quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Sobre Bares e Amor

Meus olhos marejados de cerveja
Entoam os últimos versos
de uma música sem fim.
É assim no amor,
O encontro fadado ao desencontro.