sexta-feira, 28 de junho de 2013

Dos prédios que me edificam,
Doce são as luzes
que não embalam
o filha da pedra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário